segunda-feira, 25 de agosto de 2008

DIZ AI: (HIPNOSE)


Perguntas respondidas por:
Kel Lima (vocalista)
HIPNOSE

DIZ AI: (HIPNOSE) kel@private.la (25 de agosto de 2008)

1. COMO FOI A ESCOLHA DO NOME PARA A BANDA?

Assim que a gente começou com a banda, não fazíamos idéia de que nome colocar, passamos mais de duas semanas pensando até que saiu KIMERA, só que por algum motivo que não lembro, nós trocamos, daí o diego(guitarrista) supôs o nome HIPNOSE e todo mundo gostou, daí ficou esse. Depois de um tempo pensamos em mudar de novo por haver outras bandas com o mesmo nome, mas devido nossa "falta de criatividade" não achamos outro, até que resolvemos deixar como HIPNOSE ROCK que era o endereço do myspace, como soava bem, ficou assim.

2. COMO É TER UMA BANDA COM VOCAL FEMININO E SE FAZ DIFERENÇA?


Bem, talvez seja mais "estranho" pelo fato de ser só uma mulher com mais quatro homens. A convivência é bem diferente do que se todos fossem garotas ou garotos. Isso acontece pelo grau de intimidade que você acaba tendo com seus companheiros de banda, mas que até não foi problema pra gente porque todo mundo é tratado igualmente. Em relação ao público, ter uma vocalista na banda, ainda soa como "novidade", que apesar de ter muitas bandas desse jeito ou constituídas só por mulheres, ainda não é tão comum como uma banda só de homens, nesse ponto faz a diferença, sim, porque mostra que as mulheres também tem muita capacidade de comandar uma banda e de fazer rock e isso ainda impressiona muita gente.


3. NÃO SÓ EM RELAÇÃO A VOCÊS, MAS TAMBÉM TODAS AS BANDAS, O GRUPO ACREDITA QUE COM ESSE MERCADO ATUAL E TANTAS BANDAS SURGINDO, DA PRA SE DESTACAR?


Se a banda for boa e tiver sorte, dá sim! Digo se tiver sorte porque nem sempre ser bom basta, você precisa de uma série de fatores unidos como além de talento, ter disposição pra correr atrás das coisas, contatos e morar ou poder ir a uma cidade onde podem descobrir seu trabalho e te colocar na mídia. No nosso caso, a banda mora no interior do Ceará, o que dificulta mais, porque nem na capital é tão fácil, porém a cena lá com certeza é bem maior, e apesar de ter muitas bandas surgindo, nem todas são boas e tem capacidade, então, se for selecionar as bandas realmente legais, vai diminuir um pouco a quantidade.


4. A BANDA PARTICIPOU DE FESTIVAIS, COMO FOI A EXPERIÊNCIA, QUAIS OS FRUTOS? COMO FOI GANHAR O “XV Canta Sobral”?


A cada show que a gente faz, ganha experiências a mais. É sempre bom conhecer lugares novos, públicos novos e divulgar nosso trabalho. O que dá mais prazer, quando sabemos que gostaram. Como têm pessoas que gostam do nosso som, também têm pessoas que não gostam, é claro, e dessas pessoas que apresentam críticas construtivas que a gente trabalha em cima, pra poder agradar o máximo, mas na medida do que a gente quer fazer, porque é bom você saber que agrada ao seu público fazendo o que você se dedica a fazer porque gosta, e não pra agradar a todo mundo. O prêmio do XV Canta Sobral foi maravilhoso de ganhar porque de todas as edições nós fomos a primeira banda de rock a ser campeã e isso abriu portas pra acabar com mais um tabu em relação ao rock.


5. COMO A BANDA PODE NOS INFORMAR O QUE ESTA ACONTECENDO PELO CEARÁ E AS DIFICULADES QUE AS BANDAS INDEPENDENTES TEM NA REGIÃO?


A cena underground aqui no Ceará não é tão pequena como pensam. Tanto na capital como em cidades do interior, existem muitas pessoas que curtem rock ou algo do tipo e também existem muitas bandas independentes querendo mostrar o que são capazes de fazer, dando como exemplo nossa cidade, Sobral que é uma das cidades do interior mais desenvolvida aqui e que apesar do grande público forrozeiro, também tem o grande público rockeiro e com muitas bandas legais e capazes. Lógico que em algumas cidades, o rock ainda não é tão admirado, mas há cidades que já tocamos em que, confesso, ficamos impressionados com o público tão participativo e rockeiro. Mas infelizmente, o forró ainda predomina mais por aqui, e as dificuldades com as bandas independentes com certeza é maior do que em estados do sudeste e do sul do país.


6. VCS ESTÃO PREPARANDO UM NOVO CD SÓ COM MUSICAS PRÓPRIAS, TEM COMO FALAR UM POUCO DESSE PROJETO?


Na nossa primeira demo, colocamos seis músicas próprias e quatro covers. A gente tava começando e apesar de ter um número razoável de músicas próprias pra uma demo, resolvemos colocar esses covers. Agora, depois de adquirir mais experiência e mais um guitarrista, colocamos todo o gás pra fazer músicas novas, saindo do referencial hardcore e entrando mais no estilo que queríamos mesmo, que é puro rock alternativo. As músicas estão bastante interessantes e contabilizando mais cinco músicas novas e algumas mudanças em "sem saber" que é uma música antiga, estamos bastante empolgados pra gravar de novo, e poder dizer que é um trabalho só nosso, com músicas só da Hipnose.


7. O QUE ACHAM DA INTERNET COMO UM TODO PARA A MUSICA EM GERAL. E SE ACHAM POSITIVO DISPONIBILIZAR AS MUSICAS DE GRAÇA PARA DOWNLOADS ?


Ela é muito útil, muito mesmo, principalmente para bandas independentes que não tem uma gravadora pra divulgar seu trabalho. E automaticamente, acho muito bom poder disponibilizar as músicas pra download porque têm pessoas que não podem ir aos show e nem comprar o cd, então é bastante viável a divulgação pela internet. Até porque vale lembrar que muitos artistas devem seu reconhecimento graças à internet.



8. POR FINAL O QUE ACHAM DO BLOG MENINAS NO ROCK, O QUE PRECISA DE MELHORAS ?


O blog Meninas no Rock é uma iniciativa suuper maneira, porque eu como vocalista de uma banda de garotos, adoro conhecer bandas do mesmo tipo e poder ter uma inspiração a mais pelo que faço. Além de ser muito interessante por divulgar bandas independentes com vocal feminino, o que desperta o interesse de muita gente. Acho que a única melhoria a ser feita é aumentar os posts com bandas independentes e de lugares onde as pessoas acham que não existem bandas de rock, como aqui no Ceará.


HIPNOSE no meninas no rock

Um comentário:

roberto albuquerque. disse...

manda ver kel. :D
hipnose rocks! _|,,|